Algumas escolas estaduais do interior de Minas Gerais, sofrem com a ganância e a falta de caráter de alguns gestores de seus municípios.

A Municipalização do Ensino Fundamental é uma tentativa do poder público de alguns municípios, invadir a autonomia das escolas, sucatear a educação para que seja negociada como um produto qualquer com empresários desse setor.

Vale lembrar que cidades com menos de 10 mil habitantes são as que mais sofrerão com essa proposta.

A população dessas cidades devem cobrar do gestor de seu município a não aprovação da proposta, sobre pena de não votar neles novamente. A proposta além de prejudicar a população carente, aumenta o desemprego e enfraquece o ensino na raíz do problema.

Ninguém trabalha feliz sabendo que seus empregos estão sendo ameaçados, nenhuma mãe vai achar bom que o professor de seu filho seja ainda mais humilhado pelo governo, e é exatamente isso que está ocorrendo.

Mas o que é Municipalização?

   Fonte: Google

Entende agora que a gestão do município agride o emprego dos professores e sua estabilidade quando apresenta uma proposta que podemos chamar de (O Golpe Baixo Na Educação), infelizmente o projeto deixa o ensino público mais vulnerável a indicações políticas e o jeitinho corrupto de empregar amigos e parentes que possivelmente possa vir a ganhar força com uma educação e enfraquecida com mais interferência política.

Leia mais: Diga não a reforma administrativa.

Na prática o que essa proposta vai produzir é a legalização do assédio moral, a interferência política na educação, e o enfraquecimento do ensino aprendizagem do aluno.

É a típica proposta conviniente para quem propõe, quer impedir que a escola tenha liberdade, opinião e fomente suas próprias práticas sociais de ajuda a comunidade escolar.

O Blog do Centrão parabeniza os gestores e as gestoras que estão lutando pelas escolas estaduais e reconhece que mesmo diante das complicações do dia a dia buscam um ensino público de qualidade, enquanto alguns buscam usar a escola pública para apoiar a base de políticos bandidos que os apoia.

Um exemplo de trabalho bem feito que pode ser atrapalhado por essa proposta é o da escola da pequenina cidade de Periquito, a Escola Estadual Deputado Hilo de Andrade tem apresentado nós últimos anos um desempenho acima das demais escolas da mesma região, possuí um grupo de professores bem alinhados e com grande capacidade de organização e um visível amor pelos alunos.

Essa é só mais uma das muitas escolas que correm risco de perder sua qualidade caso essa proposta seja aprovada, ou quando não, se tornar um ambiente com profissionais inseguros a mercer das políticas que invadem a escola atrapalhando o árduo trabalho feito por milhares de professores.

Estamos atentos ao resultado dessa proposta e de antemão parabenizamos os gestores municipais de alguns partidos de centro esquerda e de centro direita que buscam um debate honesto com a população, e ao PT que encabeça a campanha contra essa proposta.